Bife Congelado: O segredo do preparo perfeito (Por essa você não esperava)


Sabe aquela história de tirar o bife do congelador e esperar um tempão antes de colocá-lo nafrigideira? Então, tá tudo errado! De acordo com pesquisadores da America’s Test Kitchen – uma cozinha de testes localizada em Boston – o melhor jeito de cozinhar um bife é com a peça ainda congelada.Os testes apontaram que bifes congelados ficam muito mais saborosos que os descongelados após o fim do preparo.

A descoberta foi feita de maneira bem simples

[embed][/embed]Os pesquisadores levaram dois bifes cortados ao meio a um congelador. Em seguida, descongelaram apenas um dos bifes. Após o processo, levaram ambos os bifes para a frigideira, onde permaneceram por 90 segundos até ficaram mal passados.O experimento descobriu que os bifes congelados cozinham com mais facilidade, regiões menores que costumam passar do ponto, perdem menos água e, por consequência, ficam mais suculentos.
Descongelado | CongeladoDan Souza, o especialista da America’s Test Kitchen que realizou o teste, explica, “um bife totalmente congelado é extremamente frio. Na maioria dos freezers, a peça estará a -18°C. Ou seja, a carne abaixo da superfície demora muito mais tempo para passar do ponto, enquanto a parte externa pode chegar a temperaturas altas necessárias para dourar [a carne]“, revela.

Aviso importante!

Qualquer camada fina de gelo pode gerar respingos perigosos ao entrar em contato com a frigideira. O ideal é, ao invés de cobrir os bifes ao colocá-los no congelador, deve congelar de um dia para outro sob uma superfície plana com papel manteiga, como na foto abaixo. Assim ele sela, evitando criar as camadinhas de gelo, então basta embalar em plástico filme, e guardar num recipiente vedado. Segurança em primeiro lugar, galera!

Quantidade ideal de Óleo

Para carne congelada, não tem economia na hora de colocar óleo, pelo menos é o que indicam.
Se colocar o suficiente para toda a superfície da panela já tá valendo, pois o óleo alcança fendas e dobrinhas na carne que podem se desenvolver no congelamento, além de preservar o calor de forma mais eficiente e ajudar na rápida recuperação de temperatura quando a carne congelada encostar na panela.

LEIA MAIS IMPRIMIR ou SALVAR COMPARTILHAR ou SALVAR SALVAR PDF